Maguito sanciona Plano Diretor de Aparecida e assina parcerias com o governo do Estado

O prefeito Maguito Vilela (PMDB) sancionou nesta quinta-feira, 15, o Projeto de Lei do Plano Diretor de Aparecida de Goiânia. A sanção do PL, que planejará a cidade para os próximos 10 anos, ocorreu na nova sede da Associação Comercial e Industrial de Aparecida (Aciag), e contou com a presença do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), do presidente da Câmara e prefeito eleito, Gustavo Mendanha (PMDB), do deputado estadual Marlúcio Pereira (PSB) e demais autoridades estaduais e municipais, além de empresários aparecidenses.
De acordo com o prefeito Maguito Vilela o novo Plano Diretor de Aparecida é o resultado da união de pessoas que pensam a cidade 24 horas. “Hoje é um dia histórico para a cidade, pois o Plano Diretor dará agilidade na implantação de novos empreendimentos, ordenamento do município o que propiciará um novo salto de desenvolvimento para Aparecida. O antigo plano, de 2002, não condizia mais com a realidade do município que cresceu muito nos últimos anos. E este novo plano irá atrair ainda mais investimentos, industriais e imobiliários, gerando emprego e renda para os moradores”, pontuou Maguito.
O Projeto de Lei do Plano Diretor, nº 035/2016, foi aprovado pelos vereadores em novembro deste ano. Ao todo são 486 artigos. “A Câmara Municipal sempre foi parceira da administração na busca de melhorias para a cidade e para promover maior qualidade de vida para o aparecidense. E não foi diferente na aprovação do Plano e de outros projetos como o aeroporto executivo, que são projetos importantes para dar continuidade ao crescimento e desenvolvimento de Aparecida”, destacou o presidente da Câmara e prefeito eleito, Gustavo Mendanha.
A elaboração do novo ordenamento da cidade foi encabeçada pelas secretarias de Planejamento e Governo, com auxílio das demais pastas. O secretário de Planejamento, Afonso Boaventura ressalta que o Plano foi pensado para ordenar a ocupação da cidade. “Aparecida cresceu desordenadamente e o objetivo do Plano é promover a ocupação dos vazios urbanos, mas com responsabilidade, mantendo o equilíbrio entre o adensamento e a mobilidade urbana”, sublinhou o secretário, ao lado do secretário de Governo, Euler Morais que enfatizou que o Plano manterá a cidade no ritmo acelerado de crescimento.