Convênios e parcerias garantem a transformação de Aparecida em metrópole

Após a sanção do Plano Diretor de Aparecida, o prefeito Maguito Vilela e o governador de Goiás, Marconi Perillo assinaram a transferência de área de 530 mil metros quadrados do Estado, por meio da CODEGO, onde será instalado o Complexo Logístico, Industrial e Alfandegário (CLIA). O investidor e presidente do grupo Aparecida Business Log, Celco Narciso explanou sobre o empreendimento. “Este investimento veio para Aparecida pela capacidade da cidade e em uma área de 1,6 milhão de m² vamos implantar o complexo voltado para o setor do agronegócio, atacado e logística e irá gerar mais de 8 mil empregos diretos com investimento de R$ 1 bilhão em um período de 10 anos”.

O governador e o prefeito assinaram ainda a transferência de área municipal para a instalação de uma subestação de energia na região Leste e o termo de parceria para a construção do Centro de Convenções de Aparecida de Goiânia. “Aparecida vem se tornando uma metrópole com todos os investimentos feitos pela prefeitura e também os realizados em parceria durante o meu governo. A cidade experimentará novo desenvolvimento com o plano diretor, novos empreendimentos imobiliários e industriais, aeroporto e agora com o Centro de Convenções e a subestação de energia. Tudo o que uma cidade precisa para se tornar metrópole”, disse Marconi.

Também foram assinados ordens de serviço para início das obras do novo Paço Municipal e do aeroporto executivo. O Paço será construído com recursos destinados pelo BNDES por meio do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT). O novo prédio da administração terá oito pavimentos e será edificado em uma área de oito mil metros quadrados, ao lado do Anfiteatro e da nova sede da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), que teve sua estrutura física inaugurada durante o evento de sanção do Plano Diretor e assinatura de seções de áreas e parcerias.

“Temos 95% das obras concluídas em área de 1,8 mil metros quadrados de área construída que abrigará os empresários aparecidenses e também os próximos que virão após a aprovação do Plano Diretor que dará um novo ordenamento na área industrial da cidade, atraindo mais empresas e gerando mais empregos para os aparecidenses. Nesse momento de crise, é importante que a cidade estude e trabalhe para ampliar o acesso ao emprego e Aparecida tem uma gestão voltada para este propósito”, salientou o presidente da Aciag, Osvaldo Zilli, concluindo que a inauguração oficial da nova sede será em fevereiro de 2017.
Empreendimentos

O crescimento de Aparecida de Goiânia e a aprovação e sanção do novo Plano Diretor atrai, além de industriais, empreendimentos imobiliários. “De imediato iniciamos a construção de três empreendimentos, sendo loteamentos fechados trazendo moradia de qualidade para o município e que irão gerar 650 empregos diretos na implantação dos 1,2 mil lotes. Escolhemos a cidade pelo desenvolvimento da cidade nos últimos anos, com infraestrutura de qualidade, abertura de novas avenidas. E agora terá o novo plano diretor que irá ordenar ainda mais o crescimento do município”, ponderou Paulo Henrique Rodrigues Silveira diretor da Cinq Desenvolvimento Imobiliário.

Presenças
Marcaram presença na solenidade de sanção do Plano Diretor de Aparecida e assinaturas de parcerias e transferências de áreas o vice-prefeito Ozair José e o vice-prefeito eleito, Veter Martins (SD); a primeira dama Flávia Teles e a futura primeira dama, Mayara Mendanha, secretários municipais, vereadores, empresários locais e estaduais; o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Goiás (Codego), Julio César Vaz; e o Diretor da Celg, Humberto Eustáquio que no ato representou o presidente da empresa. (Por: Daniela Ribeiro)